Novidades do Blog

A importância da manutenção preventiva.

Frigo King, há 3 meses
A importância da manutenção preventiva.

A manutenção preventiva garante ao condutor do veículo condições seguras de dirigibilidade, conforto e longevidade operacional. No entanto, para que isso aconteça, é essencial separar um tempo para fazer a manutenção preventiva.


Infelizmente, nem todos dão a devida atenção a esse cuidado, enxergando-a como um custo extra em vez de uma oportunidade que traga benefícios. Esse tipo de postura dá margem para uma série de riscos às atividades como maior probabilidade de acidentes pela falha ou deterioração dos componentes do veículo, como suspensão, freios e pneus.  Essas ocorrências geram gastos extras, já que a falta de manutenção preventiva faz com que problemas simples e que poderiam ser solucionados rapidamente, evoluam para danos mais graves e maior gasto, e, por fim, os atrasos nos deslocamentos e o descumprimento de prazos de entrega, pois a falta de cuidados básicos causam situações desagradáveis que comprometem o cronograma de viagem, como uma simples palheta do limpador danificada pode impedir que você siga viagem em caso de chuva forte.


E com que frequência é preciso realizar as manutenções preventivas? A resposta para essa pergunta dependerá basicamente do tipo de componente que se pretende avaliar, sendo que a melhor resposta para o questionamento é a de que cada sistema do caminhão seguirá um cronograma de manutenção diferente:

    

Sistema de freios: por sofrer um grande estresse, principalmente em veículos pesados, é muito importante que passe por checagens com uma frequência maior em itens como bolsões de ar, mangueiras, pastilhas e lonas de freio.

    

Suspensão: este sistema sofre igualmente muito ao longo das viagens com as rodovias em péssimo estado de conservação, o que aumenta o desgaste das peças desse sistema, antecipando a necessidade de substituição.

    

Motor: um dos componentes que mais despertam preocupação pois sua manutenção é extremamente cara no caso de reparos maiores e a manutenção preventiva do motor deve seguir um cronograma rígido, de acordo com as orientações do fabricante do veículo, de modo a identificar desgastes precoce de componentes, problemas de performance e de consumo, além de vazamentos de fluidos.

           

Tomando estes cuidados periódicos, além de prolongar a vida útil do caminhão, garantem a segurança nas viagens e, também, gastos extras com a correção de defeitos que poderiam ser evitados — ou, pelo menos, minimizados —, caso a manutenção fosse devidamente realizada no tempo certo.